Vivo das palavras inconscientes, secretas e invisíveis. Louca por cada detalhe teu. Sou eu... Sou eu, em ti. E não me descreveria melhor.

Início ~ Cartas ~ Sobre mim

sábado, maio 12

Cem(sem) palavras.

E eu realmente nunca sei por onde começar quando te escrevo. Não sei que dizer, nem sei que exprimir... Porque o que nos possui, em palavras, seria a tradução de milhões ou até infinitos sentidos de imensas rotinas mal feitas. Porque para ti não existem palavras que possam descrever. Não existem! E novamente agradeço-te tudo o que foi feito, tudo o que ganhamos, tudo mesmo. E agradeço o tempo que foi perdido para há uns tempos teres aparecido tu. Sabes que me despertaste o sono logo quando eu mais necessitava e daí em diante... Daí em diante foste sempre uma estrela que me guia todos os dias. "Yet she's the most beautiful soul, I ever have met in this life."

4 comentários:

Só porque é obrigatório ter nome disse...

diz ela que fica feliz com a musica do blog dela estar escrita no meu ahah x) és fantastica manu :)

ParadoxoSD disse...

gostei imenso do pequeno texto*

mariana disse...

amo-te sempre.

Daniela Ferreira disse...

Não tens que agradecer princesa!