Vivo das palavras inconscientes, secretas e invisíveis. Louca por cada detalhe teu. Sou eu... Sou eu, em ti. E não me descreveria melhor.

Início ~ Cartas ~ Sobre mim

segunda-feira, maio 21

«You make me wanna die. I'll never be good enought.»

Não condeno ninguém pela minha dor, senão a minha própria alma. Não tentarei. Mas sim, farei algo para que o dia não pareça tão escasso. Para que o sorriso passe a abundância e transborde também na noite. Esta máquina dará outra volta e retornará com amor. Com a alma limpa e segura. Sem medo ou remorsos. Para já necessito apenas de descanso, de tempo e de uma cadeira. A inspiração foge de mim, farta de repetições. Já me acostumei a isto, por estranho que pareça. Mas eu um dia esqueço tudo, renderei-me perante a liberdade e soltarei o amor que prendo em mim.

2 comentários:

Mariana disse...

De nda princesa!
o fundo do teu blog tá lindo :)

Só porque é obrigatório ter nome disse...

será escusado dizer que está perfeito e que mais uma vez me deixaste sem palavras Manu :)