Vivo das palavras inconscientes, secretas e invisíveis. Louca por cada detalhe teu. Sou eu... Sou eu, em ti. E não me descreveria melhor.

Início ~ Cartas ~ Sobre mim

quarta-feira, novembro 28

E quando as aulas se tornam chatas eu olho para o lado e ponho-me a observar-te. Queria ter tido a tua força. Desejava conter tanta vontade de ultrapassar as coisas, como tu tens.

Um comentário:

Ana disse...

Espero que encontres essa força...