Vivo das palavras inconscientes, secretas e invisíveis. Louca por cada detalhe teu. Sou eu... Sou eu, em ti. E não me descreveria melhor.

Início ~ Cartas ~ Sobre mim

segunda-feira, abril 23

Ordeno que te amem.

E eu às vezes ainda ganho força para sorrir num dia de chuva. Por vezes o teu amor, que é nulo de meu apetite mas imenso de teu, ainda me aquece o pensamento nesta rotina possuída de cansaço. Quem me lê compreende. Quem passa simplesmente um mísero olhar então talvez a mágoa não lhe afecte. Digo e repito, aqui em voz alta perante a minha escrita. Digo que te amo. Repito que és como um Sol. O meu Sol. Do qual eu necessito numa imensidão de sentidos perdidos do meu cérebro.

8 comentários:

Anniee. disse...

adorei :)

Anniee. disse...

de nada princesa :)

andrii disse...

não tens de quê, meu anjo.
gostei muito deste texto <3

Hope disse...

gostei mt querida :)

catarina ferreira disse...

gostei do teu blog :)
sigo *

mary anne disse...

Gostei (: sigo

cláudiagomes. disse...

São uma doçura! Só querem mimo!

nês disse...

que lindo, sigo-te*