Vivo das palavras inconscientes, secretas e invisíveis. Louca por cada detalhe teu. Sou eu... Sou eu, em ti. E não me descreveria melhor.

Início ~ Cartas ~ Sobre mim

terça-feira, maio 29

«Já ninguém pára para ver, invés de olhar.»

E o tempo esgotou. Tudo por um simples ápice esgotou faz tanto tempo. Amo-te ainda mais, como acontece todos os dias.

3 comentários:

Mariana disse...

adoro *-*

cláudia disse...

o amor apenas não esgota felicidade quando há muito para dar :)
gostei querida*

andrii disse...

Ai, como te compreendo :x