Vivo das palavras inconscientes, secretas e invisíveis. Louca por cada detalhe teu. Sou eu... Sou eu, em ti. E não me descreveria melhor.

Início ~ Cartas ~ Sobre mim

domingo, outubro 28

"Hurt"

E ainda não sei bem quanto tempo mais vivo sem ti, Avó. Não sei. Preciso de ti comigo.

Um comentário: