Vivo das palavras inconscientes, secretas e invisíveis. Louca por cada detalhe teu. Sou eu... Sou eu, em ti. E não me descreveria melhor.

Início ~ Cartas ~ Sobre mim

terça-feira, dezembro 4

1# Diário da tua ausência

Segundo dia da tua ausência consciente. As lágrimas absorveram-se no meu corpo e eu quase imploro que venhas. Não imploro porque o Amor não se implora. Só por isso.
Hoje vi-te, vezes sem quanta e as lágrimas não correram porque se congelaram com o frio matinal. Olha-me outra vez e diz que me amas. Diz que as reviravoltas foram pesadelos criados enquanto dormia, diz-me que acabei de acordar e beija-me. Leva-me embora deste mundo e reflecte comigo. Leva-me contigo.
Perdi a confiança em mim, em nós e no meu amor. Diz-me que não, que tenho confiança e força. Que não passa de um sonho contínuo e que quando eu acordar vais estar do meu lado e dar-me um beijo de bom dia. É como se perdesse o rumo. E perdi...
Por hoje é tudo. Direi à Lua como hoje estavas fantástico e como desejaria poder dizer-to.

2 comentários:

pessoa disse...

sbs q apesar da distância estou aqui para td amor.
susana

Ana disse...

Tens de ser forte, o que não é fácil...